Projeto Catavento

O Projeto Catavento foi lançado no dia 11 de setembro de 2009 e tem como objetivo levar literatura para perto dos alunos de 27 escolas da região das ilhas do município nos pólos Ilha do Macaco e Ilha das Onças, com obras amazônicas, clássicas e jogos educativos.
 
Com a parceria da Secretaria de Educação de Barcarena, o projeto tem um curioso formato. No primeiro momento, 14 das 27 escolas que participam do Catavento receberam 14 baús de 1 metro de largura, 1,5 metro de comprimento e 90 centímetros de altura, repletos de livros literários.
 
Durante três meses, as escolas têm a responsabilidade de cuidar, armazenar e utilizar os livros da melhor forma didática que acharem conveniente e, após isso, como em uma ciranda, os baús irão “girar” de um local para outro.

Em setembro de 2010 aconteceu o lançamento da 2ª fase do Projeto Catavento. Com um ano de existência, crianças de mais 13 escolas ribeirinhas foram beneficiadas com a doação dos “Baús de Letras” contendo livros e brinquedos educativos, cada um com conteúdos exclusivos.

No mês de novembro de 2011, o Projeto Catavento participou do Prêmio Ser Humano “Benedito Nunes” 2011, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Pará (ABRH-PA), é conquistou o 1º lugar na categoria Empresa, modalidade Responsabilidade Social.

Em 2012 o projeto lançou um desafio para os alunos: publicar um livro produzido por eles. Surgiu então o Projeto "Narrativas Literárias: Lendas, Mitos e Contos de Assombração", idealizado pelo professor da SEMED, Roberto dos Anjos. O objetivo do projeto foi fazer um livro artesanal, incentivando os alunos a resgatar as histórias de suas comunidades com os moradores mais antigos da região.

Clique aqui e veja o texto do escritor paraense Luiz Peixoto (Jabutigão) em homenagem ao Projeto Catavento.